Cães que latem muito e gatos que miam muito…

Assim como os humanos, os animais também aprendem uma maneira eficiente de se comunicar, e a forma como isso acontece varia de espécie para espécie. Apesar poder ser incômodo, os latidos e miados em excesso podem estar significando alguma coisa importante, e cabe a nós tentar identificar o motivo desse comportamento e procurar resolve-lo da maneira correta.

                  Os latidos excessivos podem acontecer por vários motivos como medo, defesa do território, ansiedade de separação e pra chamar atenção, por exemplo.  É importante frisar que cada situação deve ser tratada de maneira diferente na hora de tentar solucionar o problema.

                  Da mesma forma que os cães, os gatos também podem estar tentando expressar algum comportamento especifico através do miado. Muitas vezes isso pode acontecer para chamar atenção ou se existe alguma situação de desconforto acontecendo.  Quando o assunto é cio, as fêmeas costumam miar muito, e esse miado normalmente é bastante alto na tentativa de chamar o machinho que está por perto.

                  De maneira geral, evite reforçar esse comportamento indesejado, principalmente se o pet estiver fazendo isso para chamar sua atenção. Infelizmente a maneira mais fácil que os tutores encontram de resolver esse problema normalmente é cedendo ao animal àquilo que ele está pedindo através do latido/miado. Porém, essa atitude contribui para aumentar ainda mais o comportamento de frequência. Frustrar o animal ignorando esse comportamento pode ajudar, porém sempre esteja atento ao ambiente em que ele vive para ter certeza de que tudo está de acordo, sem que ele precise pedir.

                  Procure um especialista em comportamento animal para te ajudar, e lembre-se sempre que qualquer mudança de comportamento repentina pode estar associada à algum problema de saúde. Dessa forma, é importante comunicar o veterinário para investigar melhor a situação.